31 agosto 2013

Feliz dia do blogueiro!


Chegamos ás 13.000 visualizações, obrigada, fofos!
     Oi queridinhos e queridinhas! Acabei de ver um post no blog Masso Vita dizendo que hoje é o dia do blogueiro. Como eu, acho que muita gente não sabia dessa data tão especial, então parabéns para nós que alegramos o dia uns dos outros com textos inspiradores. 
      
Feliz final de agosto (que durou cinco anos) e inicio de setembro!

28 agosto 2013

"Uma colega vai para o colégio só para fazer fofocas"



    Oi meus trevinhos da sorte, hoje eu lhes trago mais um conselho de amiga. Dessa vez quem pediu foi a C.M. e eu resolvi escrever aqui no blog porque está acontecendo uma coisa parecida na faculdade da minha mãe e também já passei por isso várias vezes e é realmente muito chato ter alguém assim do nosso lado:

    Oi Tuanny, tem uma garota na minha sala, eu faço o primeiro ano do ensino médio, e ela fica fazendo fofocas sobre mim. 
     Isso me irrita de verdade, ela tem inveja e fica tentando ser melhor do que eu destacando os meus defeitos para os meus colegas.
      Não sei o que fazer, eu estou cansada, todo dia alguém chega e me alerta sobre as coisas ruins que ela fala de mim e eu queria resolver isso em uma conversa, mas do jeito que a minha paciência está indo embora vou acabar é agredindo essa... enfim, me ajude!

     Só eu sei como isso é irritante, passei esse tipo de coisa no colégio, em festas de família e até os meus vizinhos do prédio onde eu moro ficam inventando essas fofocas sem sentido.
    Sabe o que costuma acabar com a insistência desse tipo de gente? IGNORAR! Isso mesmo, normalmente a pessoa fica de prontidão, esperando você ir brigar, pra armar o barraco e acabar de vez com a sua imagem. 
       Com você ignorando, o ibope termina, ela vê que você não está se importando e para de competir e tentar chamar a atenção. Sobre falar mal sempre vai ter alguém fazendo fofocas idiotas, o importante é que quem for seu amigo vai saber que aquilo é mentira.

Beijos

25 agosto 2013

Porque eu amo os meus quilinhos a mais



    Esse post é uma improvisação total que eu estou escrevendo em um momento de revolta mesmo, palavra perfeita para descrever o meu estado de espirito. 
    Estava no twitter a uma hora atrás e um amigo dos velhos comentou: "Curto peitos grandes, aqueles airbags hahaha, não fiquem bravas, garotas, não sou nenhum tarado maluco".
    Para brincar com ele eu disse com uma mention para ele, ou seja, para mais ninguém diretamente: "O bom é que quando eu comprar meu fox vou economizar com airbags."
    Daí, mas é claro, tem que entrar aquela pessoa (escrota) nada a ver no meio da conversa e ir comentando sem ser chamada: "Se toca, querida, seus peitos só parecem airbags porque você é uma elefanta ignorante."
     Naquele primeiro momento de baque eu tirei print de tudo e fui logo escrevendo que ia colocar a pessoa no xadrez e que ia destruir a vida dela, então veio na minha cabeça a seguinte pergunta: "Você acha que vingança agrada a Deus?"
     Então eu parei e pensei em como Deus têm sido maravilhoso comigo e bateu a inspiração para esse post. Já não é a primeira vez que me zoam por causa da minha forma física (já deve ser a milésima), mas até quando eu vou deixar isso me afetar de forma negativa?
      Sei que tem muitas garotas por aí que passam pelo mesmo e por isso resolvi escrever porque amo o meu corpo e porque não vejo nada demais em ter uns quilinhos a mais.

  • Tomamos refrigerantes com prazer, não com culpa, os saboreamos.
  • Como doces de monte e não passo mal de tanto malhar no dia seguinte.
  • Homem que gosta de osso é um cachorro disfarçado. 
  • Como pizza sem nenhuma culpa.
  • Não preciso ficar com a calculadora na mão o dia todo contando calorias.
  • Os garotos gostam de mim pelo o que eu sou e não porque sou gostosa. 
  • Ser gorda não me impediu de ter leitores e ouvintes. 
  • Se Deus me ama assim, por que eu vou querer mudar?
  • Estou feliz com o meu corpo. E você que fica nas saladinhas, está feliz com o seu?
  • Nunca vou precisar colocar silicone (olha a indireta!). 
  • Quem realmente se importa comigo está pouco se importando com os meus quilos a mais. 
  • Tenho uns quilinhos a mais, mas tenho saúde e isso é o que importa.
     Espero que muitas garotas leiam e se identifiquem. Se esqueci algum item e você também se ama e quer completar o post, comente! Nada contra as magrinhas, mas hoje resolvi ajudar as garotas do meu time. Tem muita gente magra que come, come, come e nem por decreto engorda (minha avó é assim), se ame pelo o que você é, e não pelas regras de beleza da sociedade.

Beijos :D

24 agosto 2013

No meu Ipod - Agosto de 2013



   Oi minhas andorinhas! Trago mais uma playlist, espero que ouçam e gostem. 





O que acharam?

23 agosto 2013

Atitudes de uma blogueira



   Oi minhas bolachinhas (^-^), hoje eu vou trazer para vocês algumas dicas de "etiqueta" da blogosfera, espero que sigam e gostem:

  • Gadget de seguidores:  É praticamente obrigatório ter um desses. Não sei vocês, mas eu odeio ter que copiar a URL do blog, entrar no blogger e colar a URL lá no meu feed. Não percam seguidores por isso.

  • Verificação de palavras:  Não tem nada mais brochante do que você chegar e fazer um comentário super legal sobre a postagem e daí na hora de publicar aparece aquele captcha que muitas vezes você erra e no final o leitor acaba desistindo de comentar.

  • Segue de volta? Por mais irônico que pareça já vi muita gente comentar aqui no blog 'Seguindo. Segue de volta?' sem falar nada sobre a postagem, daí eu entro no blog da pessoa e ela escreve 'Não vale colocar só segue de volta'. Se isso te irrita, não faça isso no blog do outro.

  • Número de postagens: Por favor não coloque umas dez ou vinte postagens por páginas! Tem blogs que demoram tanto para carregar que eu acabo desistindo de visitar.

  • Humildade e simpatia sempre: Esses dias eu entrei em um blog e logo na home page estava escrito: 'Tenho esse blog desde 2001, já apareci na tv e ganho muito dinheiro através dele'. Não importa se você tem o seu blog a um mês, um ano, dez anos, vinte anos, um século, nunca cometa essa gafe.

  • Excesso de spam: Não tem nada mais irritante do que entrar em um blog e ver milhares de janela pop ups abrindo, anúncios por todo lado, além de travar o blog, deixa o leitor desconfortável.

  • Layout: Vamos ser sinceros, quando entramos na blogosfera queremos logo fazer tudo, mas a inexperiência nos faz cair no ridículo, por isso, seja humilde e procure um layout free ou tutoriais (aqui tem na categoria 'Manual do blogueiro') e não afaste os seus leitores por uma má aparência.

  • De olho na ortografia: Por mais que você ache bonitinho ou fofinho escrever "tuuudo aasssiimmm, deçe jeitinhu *-* fofitcho" acredite em mim, não é, é irritante! Siga a ortografia que aprendeu no colégio para garantir o seu sucesso.

Acho que de regras de etiqueta na blogosfera isso é o básico!

21 agosto 2013

"Cachorro não é criança"

Guti Guti Nhem Nhem Nhem


   Oi meus cupcakes de chocolate com avelã, hoje eu trago mais um caso para a gente discutir. Aconteceu em um pet shop aqui do lado de casa, no mesmo lugar que eu levo o Thunder para tomar banho. 


    Uma jovem com uma situação financeira favorável levou um filhote (não sei de quantos meses) no pet shop para uma consulta com a veterinária.
    Foi constatado que o filhote estava muito doente e foi recomendado que ele ficasse internado, ele precisava de uma cirurgia. 
    A mulher pediu que calculassem o preço de tudo e quando deram o preço ela veio com a seguinte frase, que chocou todos os presentes:

- Ainda se fosse uma criança, mas é só um cachorro! Não merece todo esse tratamento.

    Foi avisado que se o cachorrinho voltasse para a casa isso poderia resultar na morte dele e quando disseram que ele não poderia ficar desassistido ela veio com mais uma bomba:

- Nem vai dar para ficar com ele! Hoje a noite tenho uma super balada com meus amigos e não vou perder!

     A fizeram assinar um contrato dizendo que ela estava ciente do estado de saúde do cachorrinho e no dia seguinte ele se foi. 
     O pessoal do pet shop está vendo se tem como processá-la, ela por outro lado disse que ganhou o filhote, não o comprou. 


    Chorei, chorei demais, ainda choro quando leio isso! Meu Deus! Quando comprei o Thunder foi o dia mais feliz da minha vida e toda vez que ele fica doente eu me sinto morta. 
    Como uma pessoa pode ser tão cruel? Tão vaca (desculpem o palavreado) que não tem pena de um filhotinho. 
    Na minha opinião deveria ser proibido uma pessoa dessas comprar um novo bichinho e deveriam arrancar muita grana dela! 

Qual a opinião de vocês? Eu estou revoltada!

20 agosto 2013

Sandy - Cd 'Sim'



    Oi meus lindos, ocorreu tudo bem com a cirurgia da minha avó para a glória de Deus e por isso vim aqui com uma playlist especial do novo cd de uma das minhas cantoras favoritas.
   Quando eu tinha uns cinco ou seis anos eu me vestia igual a Sandy, só cantava as músicas da dupla e pedia para os meus parentes me chamarem de "mini Sandy" (momento ooowwwwn). 
   Até hoje toda vez que eu escuto uma música nova dela eu piro, saio da Terra, me sinto a pessoa mais feliz do universo e preconceitos a parte por favor.
  Por isso assim que ouvi o novo cd dela eu decidi fazer uma playlist com as minhas cinco músicas preferidas, espero que gostem:


15 agosto 2013

Esmaltei - Romantismo pink


   Oi Oi Oi Oi meus brownies! Eu trouxe uma unha para vocês copiarem :3.





Quem gostou?

14 agosto 2013

O tipo de pegada


   Hoje o texto é para os garotos que reclamaram que depois que o Vinny Tom saiu o blog ficou só para garotas!
   Tudo bem que o layout é bem 'gay' e que a pessoa que vos fala tem um sutiã preso ao corpo, mas quem melhor do que uma garota para dizer do que as garotas gostam?
    Não posso generalizar porque afinal de contas sou só uma garota, mas posso dizer que já conversei com várias que concordam comigo. Vou descrever dois casos que rolaram comigo.

Caso 1

   Conhecia o garoto desde que nós éramos apenas crianças do maternal, eu cresci e não virei nenhuma miss brasil, mas em compensação ele cresceu, virou tatuador e por algum motivo ele viu alguma coisa em mim. 
   Já tínhamos ficado umas trocentas mil vezes e na hora do beijo ele era bem carinhoso, daí combinamos de ficar sozinhos no apartamento dele (ele já morava sozinho, eu tinha dezessete), eu virei a noite em claro de tanta ansiedade!
  Então nos encontramos e começamos nos amassos mais quentes, começamos a tirar as nossas roupas, mas o garoto era tão... carinhoso que as mãos dele não me excitavam, me fazia cócegas!
   Juro que tentamos várias vezes e quando eu dizia para ele aperrar ele só colocava a força nos dedos, parecia que estava preparando massa de pão e não pegando uma garota!

Caso 2

     Passados uns anos eu já tinha descoberto os benefícios da amizade colorida e já tinha ficado super avessa a namoros, paixões e romances, tinha um garoto que estudava comigo e a gente vivia se paquerando, mas eu já sabia que era só amizade colorida.
    Um dia estávamos na sala de aula e quando chegou a hora do intervalo toda a turma saiu e ficamos só nós dois na sala. 
    Na hora que eu estava pegando o meu lanche para descer para o pátio o garoto veio e me 'prensou' na parede e começou a me beijar.
    Não tiramos nenhuma peça de roupa, mas as mãos dele percorreram o meu corpo e ele me apertava de verdade, enroscava a mão no meu cabelo e puxava de leve, mordia meus lábios como se estivesse faminto e eu fiquei até tonta quando ele me soltou.
     Todo o tempo tive que tomar cuidado para não gemer e não sei se o fato de estarmos em um lugar público aumentou o tesão, mas logo que ele me soltou eu me entrelacei de novo nele e depois desse dia nós passamos a dispensar a hora do intervalo no pátio.

    Até hoje nos falamos e ficamos sempre que dá, portanto o meu conselho para vocês é: Quando uma garota dizer que gosta de pegada forte, pegue ela como se a quisesse devorar, vale dar aquela puxadinha de leve no cabelo dela, se esfregar nela enquanto aperta contra o seu corpo, mordidinhas nos lábios revelando que está 'faminto', se for em lugar público melhor ainda, mas nesse caso você precisa de cautela e  bons ouvidos!

Por hoje é só, beijos! 

13 agosto 2013

A culpa é das estrelas



   Oi Oi gente, desculpem de novo a minha demora para responder os comentários de vocês, mas o importante é que finalmente eu estou conseguindo manter tudo atualizado, tirando as postagens programadas. 
     Não consegui comprar o livro, mas consegui baixar e li o livro. Nunca chorei tanto com nenhum livro! Preparem os lencinhos:

    Hazel Grace é uma garota de 16 anos que sofre de câncer no pulmão. Já formada no ensino médio, por conta da doença faz faculdade de matemática EAD. 
     Odeia ser tratada como uma garota doente e só mantém relação com Kate, a sua colega de ensino médio que já deve ter uns 25 anos, mas finge ter a mesma idade de Hazel.
    Sua mãe a obriga a participar de um grupo de apoio toda quarta feira na Igreja Coração de Cristo, na intenção que ela faça amigos, porém ela nunca foi muito sociável. 
      Mas em uma quarta feira de outono Isaac, um garoto cego de um olho por conta de um câncer, leva o seu amigo Augustus Waters que se interessa por Hazel. Daí surge a primeira amizade da garota e quem sabe até um romance?

Gostaram?

11 agosto 2013

"Eu não tenho pai"



   Acabei de abrir o meu email e ontem a noite recebi um email da P.L. pedindo um conselho que eu com certeza posso dar! Ela leu a página "blogueira" aqui do blog e se sentiu a vontade para pedir esse conselho. Creio que muitas garotas também não conhecem o pai e também não curtem o dia de hoje, por isso resolvi publicá-lo. 

    Oi Tuanny, tenho dezesseis anos e nunca conheci o meu pai, quando tinha uns sete ou oito anos perguntei para a minha mãe porque meus colegas tinham pais e eu não e ela me disse "Quem precisa de um pai quando tem uma mãe que te ama de montão?". 
   Fiquei mais velha e essa resposta já não me convencia mais, então minha mãe me contou a verdade. Conheceu um garoto na balada, os dois foram para um motel, tiveram uma noite romântica e no outro dia se despediram, só trocaram os telefones.
   Depois de dois meses ela descobriu que estava grávida e como antes dele não transava com ninguém há quase três meses e depois dele também não transou com ninguém ela ficou ligando para o cara que nunca atendeu o telefone.
   Depois que eu nasci minha mãe já teve alguns namorados e chegou a ficar noiva uma única vez, mas não consigo colocar nenhum deles no lugar do pai que eu nunca tive, por isso no dia de amanhã, segundo domingo de agosto, dia dos pais, eu sempre passo nas redes sociais tentando ignorar aqueles textos enormes de pessoas homenageando seus pais. 
   Mas todo dia dos pais eu acabo chorando muito na hora que minha mãe já foi dormir e me sinto deprimida porque nunca vou ter o prazer de presentear um homem no dia dos pais, me ajude com essa frustração, você também não conheceu seu pai, você foi a primeira garota que eu conheci na mesma situação que eu.

   Querida P.L., sim, durante anos eu me negava a comemorar o dia dos pais, cumprimentar meus amigos e conhecidos que já eram pais e simplesmente passava o dia jogando xadrez ou brincando com o meu cachorro. 
    Já passei muitos 'domingos' chorando e me perguntando como era ter um pai e tinha perguntado para alguns amigos "Como é ter um pai?" e eles me diziam "Você pode me explicar como é ter uma mãe?" "Não" "Do mesmo jeito não dá para descrever como é ter um pai!".
     Então lá para 2005, 2006, eu conheci uma garota e ela me disse bastante irritada: "Você fica se fazendo de coitadinha porque nunca teve um pai, agora se poe no meu lugar que convivi e amei meu pai por quase 10 anos e do nada, de surpresa, ele morre! Pelo menos você não sabe como é ter um pai, por mais que te doa, não dói tanto quanto para mim".
    Foi aí que eu me toquei que nada acontece por acaso, vai por mim, se esse cara da balada nunca retornou as ligações da tua mãe foi porque ele faria mal a vocês duas! Pode parecer dureza isso e eu não sei da tua fé, mas desde cedo aprendi que Deus nos protege de muitas coisas que nos fariam mal e nós nem ficamos sabendo. 
     Se os textos de quinze mil linhas sobre os filhos homenageando seus pais te irrita tanto, se junte a eles, pense comigo, tua mãe te criou sozinha, ela poderia muito bem ter te dado para a adoção, mas não, porque desde que você estava no ventre dela, ela já te amava o bastante para substituir o amor de um pai. 
       Se junte aos teus amigos e escreva um texto de 40 mil linhas contando para todos a guerreira que a tua mãe foi pelos últimos dezesseis anos e a guerreira que ela continuará sendo pelos próximos anos, a homenageie por todas as lutas que ela enfrentou sozinha contigo e sim, você vai presentear um homem no dia dos pais, o pai do teu filho! 

Espero que tenham gostado do conselho :)

09 agosto 2013

Esmaltei - Game over



   Oi minhas tulipas (amo tulipa), hoje eu fiz uma nail art que não ficou lá essas coisas e eu nem limpei em volta da unha porque estava indo para um evento na Amazon e iria passar o Cromo (da unha passada), então tirei as fotos e limpei tudo:


Como fazer:

  • Passe um esmalte em cada unha e espere secar (10 minutos a mão toda).
  • Em seguida pegue um pincel nº 1 (achado em lojas de cosméticos) e faça a parte branca dos olhos do fantasminha.
  • Enquanto espera os olhos secarem, faça pequenos triângulos pretos na ponta das unhas.
  • Quando o branco já estiver seco (uns 3 minutos de espera) faça a pupila!
  • Finalize com o top coat da Risque (não listado acima, mas tem nas postagens anteriores).
Muito fofos né?

06 agosto 2013

Fiz meus cartões pela Joox



   Quando fui no YouPix, logo no começo de julho eu fiz questão de ir no stand da Joox saber mais sobre os cartões. A menina que estava lá explicando, Gabriela, foi super simpática como e me apresentou os cartões, os mini cards e os adesivos. 
    Por conta do preço e da quantidade acabei optando pelos mini cards, afinal os usaria para divulgar o meu livro, o blog e o meu canal no You Tube. Não era tanta coisa assim pra justificar um cartão e os adesivos deverão sair só na divulgação do próximo livro. 


   Eles chegaram depois de 14 dias úteis lacrados dentro dessa caixinha, veio um folheto falando sobre os outros produtos da marca. 


   Dentro da caixinha maior, veio essa mini caixinha de acrílico e uma balinha! (Achei muito fofo eles mandarem uma balinha!)



   A caixinha de acrílico veio lacrada e ela é muito prática na hora de levar os cartões na bolsa, não ocupa muito espaço e os protege.



    Por fim, esses são os três modelos que eu mandei imprimir, eu mesma fiz a arte (se quiser encomendar a arte do seu cartão eu faço), a qualidade é ótima, eles não são desses que dobram, são pequenininhos e cabem no bolso. 
    Junto com os cartões vieram um cupom de desconto para a minha próxima compra, um cartão com os endereços da joox nas redes sociais e até um cartãozinho dizendo que hashtag deveria usar no Instagram (ainda esperando o meu celular android para criar uma conta lá). 
   Conclusão: É barato perto de outros cartões, você pode personalizá-lo, a qualidade é maravilhosa e mesmo sendo barato, se o preço te assustar, continue a compra! Não vai se arrepender!

Com certeza vou continuar fazendo meus cartões pela Joox!

05 agosto 2013

Esmaltei - Pink glamour



   Oi meus brownies com nozes! Hoje eu trago para as garotas uma inspiração para voltar ás aulas arrasando. 



Como fazer:

  • Passe duas camadas de "Pink" nas quatro unhas.
  • Passe duas camadas de "Cromo" na filha única.
  • Para finalizar passe uma camada do top coat da Risque (não listado acima, mas nos outros posts sim).
Curtiram?

02 agosto 2013

"Eu sou blogueira da Capricho"



   Oi galera, provavelmente todos aqui já estejam sabendo da tal blogueira da Capricho (que eu nunca tinha ouvido falar antes de terça feira) que está sendo zoada no twitter, principalmente, tem muita gente que não entendeu o motivo de tanta zoeira, então vou explicar.

"Ela foi no Club Yatch e como a entrada custava R$80,00 para garotas e R$120,00 e eles estavam em cinco garotos e uma garota ela pediu para a hostess para dar uma olhada na balada para ver se valia a pena pagar a entrada e disse que era blogueira da capricho e a hostess disse: 'Nossa, a Capricho não acabou? hahaha'. Daí ela ficou p... da vida e foi para outra balada, não lembro o nome, e só porque ela é blogueira da Capricho deixaram ela entrar de graça e quando o namorado dela deixou o copo cair no chão a mulher do bar deu outro, ela conheceu gente legal, dançou e no dia seguinte escreveu um mega post no facebook recomendando que ninguém mais fosse no Club Yatch e dizendo que a pessoa 'só porque acha que tem algum poder' resolve sacanear os outros".

Como sempre vou expor a minha opinião e quero saber a de vocês também:

1) Se ela que é "Blogueira da Capricho" não tem R$80,00 para entrar numa balada então a vida tá ferrada mesmo!

2) Sei que também sou blogueira, mas caracas, a menina tem a minha idade e foi otária o bastante pra achar que só porque ela teve uma experiência ruim no Club Yatch que ninguém mais ia frequentar o lugar.

3) Ela achou ruim da hostess "usar a autoridade que tinha para sacaneá-la", mas ela também não usou o fato de ser da revista para tentar entrar na balada de graça e tentar passar na frente de todos as outras pessoas que estavam na fila esperando para entrar?

4) Sinto muito informar para ela, mas um dia desses eu estava tomando um lanche no supermercado e deixei meu suco de uva cair no chão e a mulher me deu outro, e eu não fui na cara dela e falei "escrevi um livro pela Amazon e tenho um blog com tantos seguidores", ou seja, a mulher do bar tá pouco se ferrando se você é blogueira da Capricho ou se não é, se ela deu uma bebida nova para o namorado dela foi porque quis ser simpática e porque deve ter visto a bebida cair. 

5) Queimou o nome da balada que deixou a menina entrar de graça só porque ela é blogueira da Capricho e não o nome da Club Yatch.

6) Cinco horas depois de escrever o post enorme ela disse no twitter que estava doente a dias e que não conseguia nem levantar da cama, mas no post do face ela disse que tinha ido na balada no dia anterior. 

7) O que eu achei mais ridículo foi que ela pegou um gif em que a zoavam e disse que sonhava em ganhar um daqueles, nada pior do que ser zoada e fingir que tá achando graça disso. 

Vocês concordam comigo?