14 agosto 2013

O tipo de pegada


   Hoje o texto é para os garotos que reclamaram que depois que o Vinny Tom saiu o blog ficou só para garotas!
   Tudo bem que o layout é bem 'gay' e que a pessoa que vos fala tem um sutiã preso ao corpo, mas quem melhor do que uma garota para dizer do que as garotas gostam?
    Não posso generalizar porque afinal de contas sou só uma garota, mas posso dizer que já conversei com várias que concordam comigo. Vou descrever dois casos que rolaram comigo.

Caso 1

   Conhecia o garoto desde que nós éramos apenas crianças do maternal, eu cresci e não virei nenhuma miss brasil, mas em compensação ele cresceu, virou tatuador e por algum motivo ele viu alguma coisa em mim. 
   Já tínhamos ficado umas trocentas mil vezes e na hora do beijo ele era bem carinhoso, daí combinamos de ficar sozinhos no apartamento dele (ele já morava sozinho, eu tinha dezessete), eu virei a noite em claro de tanta ansiedade!
  Então nos encontramos e começamos nos amassos mais quentes, começamos a tirar as nossas roupas, mas o garoto era tão... carinhoso que as mãos dele não me excitavam, me fazia cócegas!
   Juro que tentamos várias vezes e quando eu dizia para ele aperrar ele só colocava a força nos dedos, parecia que estava preparando massa de pão e não pegando uma garota!

Caso 2

     Passados uns anos eu já tinha descoberto os benefícios da amizade colorida e já tinha ficado super avessa a namoros, paixões e romances, tinha um garoto que estudava comigo e a gente vivia se paquerando, mas eu já sabia que era só amizade colorida.
    Um dia estávamos na sala de aula e quando chegou a hora do intervalo toda a turma saiu e ficamos só nós dois na sala. 
    Na hora que eu estava pegando o meu lanche para descer para o pátio o garoto veio e me 'prensou' na parede e começou a me beijar.
    Não tiramos nenhuma peça de roupa, mas as mãos dele percorreram o meu corpo e ele me apertava de verdade, enroscava a mão no meu cabelo e puxava de leve, mordia meus lábios como se estivesse faminto e eu fiquei até tonta quando ele me soltou.
     Todo o tempo tive que tomar cuidado para não gemer e não sei se o fato de estarmos em um lugar público aumentou o tesão, mas logo que ele me soltou eu me entrelacei de novo nele e depois desse dia nós passamos a dispensar a hora do intervalo no pátio.

    Até hoje nos falamos e ficamos sempre que dá, portanto o meu conselho para vocês é: Quando uma garota dizer que gosta de pegada forte, pegue ela como se a quisesse devorar, vale dar aquela puxadinha de leve no cabelo dela, se esfregar nela enquanto aperta contra o seu corpo, mordidinhas nos lábios revelando que está 'faminto', se for em lugar público melhor ainda, mas nesse caso você precisa de cautela e  bons ouvidos!

Por hoje é só, beijos! 

3 comentários:

  1. Menina, esse texto é perfeito..os exemplos então nem se fala kkk engraçado é que eu estou fazendo uma pesquisa sobre relacionamento e comportamento e é incrível como esses casos são tão comuns...mão frouxa sabe srs pior é que o cara bom é casado. Os solteiros nem sempre se dedicam a aprender os caminhos do prazer junto, enlouquecer uma mulher, deixa-las de pernas trêmulas...Homens, saibam que queremos ser pegadas, apertadas com vontade....aprendam a dar prazer porque gozar sozinho é fácil...

    linda..seguindo ;)

    Beijinhos
    http://autoestimadela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá,amiga!
    Seu blog é lindo e bastante abençoado.viu?Os homens precosam mesmo ter noção d saber que mulher que gosta de uma boa pegada e dependendo de mulher para mulher as vezes demora para pegar fogo mais tbm quando pega hahahaha
    te aguardo e seguindo
    http://melanciaeve.blogspot.com.br/2013/08/um-minutovamos-conversar.html

    ResponderExcluir

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)