27 outubro 2014

Bala baiana




Eu sou louca por essa bala, não sei se vocês já experimentaram, costuma vender mais no litoral de SP, não sei se também vende nos outros estados.




Tem gente que chama essa bala de baiana e tem gente que chama de bala de coco caramelizada. O importante é o sabor e não o nome, então, mãos a obra?

  • Ingredientes:
 1 lata de leite condensado.
 1 colher de sopa de manteiga.
 100 gramas de coco ralado.
 2 xícaras de açúcar.
 1 xícara de água.
 2 colheres de sopa de vinagre.
 Um palito de churrasco.
 Um pedaço de papel manteiga.

  • Preparo:
 Em uma panela coloque a manteiga e derreta em fogo baixo untando a panela.
 Em seguida adicione o leite condensado e misture.
 Deixe ferver bastante até que a mistura fique como uma massa.
 Adicione todo o coco ralado e misture.
 Jogue essa massa em um prato e deixe esfriar.
 Quando esfriar modele bolinhas com a massa.
 Deixe as bolinhas prontas e na panela coloque a água, o açúcar e o vinagre.
 Ligue o fogo médio.
 Deixe a calda dourar e então abaixe bastante o fogo.
 Enquanto espera a calda dourar forre um prato ou uma bandeja com o papel.
 Com o palito espete as bolinhas e as banhe na calda.
 Com o auxílio de uma colher tire as bolinhas do palito e as coloque em cima do papel.
 Espere secar e sirva.


  • Observações:
 Coloque todo o pacote de coco ralado porque a massa não é igual a do beijinho.
 O vinagre vai fazer a calda não grudar no dente.
 Use o palito pois a calda estará muito quente.
 Não deixe a calda esfriar para depois banhar as bolinhas.

Qualquer dúvida assista: Vídeo bala baiana

22 outubro 2014

Com Deus você não tem rótulo

Texto por Priscilla Alcântara


Toda vez que entro na presença de Deus eu me pergunto: Sério mesmo que tem como preferir o mundo à isso? Porque a certeza de que existe alguém que 24h cuida de você, te protege, sem você saber ou ver é inexplicável!



Um role sujo, a bebida, um cara qualquer, uma mina qualquer, nada disso cuida de você como você merece. Essas coisas podem te fazer feliz por um momento mas uma hora elas te sobrecarregam com as consequências. 

Agora, me diz qual é a consequência ruim de viver com Deus? "Ter que largar as coisas que eu curto fazer no mundo". Legal. 

Agora sabe qual é a consequência de verdade? Viver com Deus é sim se abster do mundo, das suas vontades carnais, mas é principalmente não correr riscos de se machucar, é viver com um propósito, é andar como vitorioso, é não se preocupar com nenhum momento difícil, é ser diferente dos outros, é ser diferente na vida dos outros e é ser alguém separado pra vida eterna

Viver com Deus te faz uma pessoa verdadeiramente AMADA todos os dias, reconhecida com VALOR e não por PREÇO, assim como o mundo faz. Com Deus você não tem rótulo, você é o que é pronto, Ele te aceita assim. 

No mundo, se você não seguir o padrão da sociedade meu filho, ninguém te nota e aí é o fim do mundo pra você, morre de chorar como se o reconhecimento de pessoas que nem sabem o que é "amor ao próximo" valesse de alguma coisa. 

Só tô mandando essa porque tava aqui jogada no chão quando mais uma vez o Espírito Santo me mostrou o quanto Ele nos ama e chega junto do nosso lado antes mesmo de o chamarmos. 



20 outubro 2014

Bruna Karla - Como águia



Logo que vi que a Bruna Karla estava no estúdio preparando o novo cd eu dei pulinhos de alegria, eu amo essa levita!



Quando o cd saiu eu encomendei o meu físico, mas a minha ansiedade me traiu de novo e eu acabei comprando o digital também algumas horas depois.

Não é tipo idolatria, é que todos os louvores dela ficam bons na minha voz e eu AMODORO ensaiar novos louvores!

Já escolhi as minhas cinco favoritas e vou mostrá-las para vocês. Mas as treze músicas são incríveis e eu não consigo parar de ouvi-las.


video
Com minha fé

video
Bem aventurado

video
Pra ser campeão

video
Deus é bom demais pra mim (minha favorita <3 br="">
video
Maranata


Recomendo muito!


18 outubro 2014

Sempre vou me lembrar



Com o seu olhar manso, o seu falar doce e a tua forma de ser eu só posso me derreter por inteiro. Seus olhinhos esperam algo de mim sempre.



O que eles esperam é um abraço, um beijo ou uma ajuda quando está fazendo as tarefas de casa. Sempre vou me lembrar das tardes que passamos assistindo televisão juntas e das nossas competições de fruit ninja.

Sempre vou me lembrar do seu sorriso depois de tomar um milkshake de ovomaltine ou comer um pedaço de pizza hut.

Eu te amo tanto que as palavras não conseguem expressar tamanho amor. Que venham muitos mais anos pela frente, anos de alegria e carinho!

Parabéns vovó

16 outubro 2014

Lésbicas que não te aceitam



Eu sei lá porque uma pá de lésbicas já vieram atrás de mim achando que eu também era e quando expliquei que a minha praia era homens, belos homens elas simplesmente não compreenderam.




A primeira vez que eu peguei um chiclete desses foi em 2009 dentro de uma igreja (por causa dela eu só fiquei dois meses naquele ministério), a menina era cinco anos mais velha que eu e se apaixonou.

Durante uma festa veio até mim e disse que apesar de frequentar a igreja ela ainda ficava só com mulheres, não vi nada de errado, longe de mim ser homofóbica.

Mas vi TUDO errado quando a menina veio se insinuando pro meu lado, quando disse que estava ficando com um garoto ela ficou possessa.

Então começou a ligar na minha casa todo dia, toda hora, todo minuto, encheu o meu orkut de gifs de "Amo você" e depoimentos de "Você é o amor da minha vida".

Depois como se fosse uma maldição dos infernos preparada só para mim, outra amiga dela também se apaixonou por mim e as duas começaram a brigar feito loucas. Aquilo só parou quando o meu ficante virou namorado e ameaçou a bater nas duas até estourar a cara delas.

Depois dessas eu peguei mais um monte, uma em 2011 até tentou me beijar pra me fazer trocar de time e no meu aniversário apareceu com uma cinta dizendo que era para eu aproveitar com ela.

Coisa que nem usei, embrulhei de novo e dei para uma amiga minha que é lésbica. Agora fazia quase seis meses que eu não passava por uma dessas e hoje me liga uma garota que conheci há uns meses ás sete da manhã dizendo que me ama e que não aceita que eu seja hétero.

Eu não sou homofóbica de verdade, mas tenho tudo contra (odeio até o fundo da minha alma) essas que acham que eu tenho que trocar de time e fazem todo tipo de loucura para me fazer desistir dos homens a todo custo.

Falando a real de uma forma bem imatura: Meu negócio é pepino e não mamão. Vocês já foram perseguidos?

13 outubro 2014

Não se apega não



Hoje eu vou falar sobre o primeiro livro da Bebela (chego na intimidade mesmo) que eu estava louca para ler e demorei muito para conseguir comprar.



Eu adorei, é daqueles que você começa a ler devagarinho e devora no final, ela usa a sua vida como base para os seus conselhos.

Me identifiquei muito com ela, com as situações que ela já passou e percebi que também sou bastante desapegada. Vamos á sipnose?

  • Sipnose:


Desapegar: Remover da sua vida tudo que torne seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase "você deve encontrar a metade da sua laranja". Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.


Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar o namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos.



Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, com as tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado.


Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.


  • Resenha:


A Isabela e o Gustavo pareciam o casal perfeito, uma inspiração para o namoro de outras pessoas. Os amigos dela juravam que eles iriam se casar e viver o "felizes para sempre".

Do nada em um belo dia a Isabela pôs um fim no namoro e então descobrimos que Gustavo era um baita cara ciumento e isso estava a sufocando.

No livro ela fala sobre esse ciúme doentio, conta como se adaptou a vida de solteira, do primo gostosão que finalmente começou a dar bola para ela, do vizinho do melhor amigo, seu ex amigo colorido, com quem achou que fosse ter um relacionamento sério dessa vez e de quando finalmente parou de procurar o seu príncipe encantado e o seu "felizes para sempre".

Com base na sua vida pessoal aconselha os seus leitores sobre o desapego e sobre não confiar nas pessoas e nem no felizes para sempre.

Esqueça a Disney, os contos de fada e os textos de romantismo. No mundo atual as pessoas não são dignas da sua confiança.

Beijos!


11 outubro 2014

Em ti eu me aconchego



Em ti eu guardo a minha alma e o meu coração. Me refugio no teu esconderijo, na fenda da tua rocha onde o espirito santo habita comigo.





Não me importo com as bocas malditas, elas querem me derrubar, mas tu, Senhor, és a minha fortaleza, minha razão de viver, quem me inspira todos os dias da minha vida.

A tua palavra ilumina o meu caminho, me abre a mente, me clareia as ideias e me alerta de todo perigo. A tua voz é doce como favo de mel.

Quem me dera se um dia pudesse chegar aos teus pés e te adorar rosto a rosto. Cada batida do meu coração é para te glorificar!

Na minha humildade eu só desejo te adorar na minha essência, só desejo te louvar com todo o fôlego que tu me deste.

Não quero fama, não quero poder, não quero impressionar meros humanos, mas eu quero que os teus ouvidos se atentem a minha voz e o seu coração se quebrante com o meu clamor.

Louvado seja o teu nome, lidera exércitos que me protegem de todo ataque por isso te amo e te desejo DEMAIS!

Amém!


10 outubro 2014

A idade revela se você é virgem ou não?



Esses dias eu saí com uns amigos que estavam cansados de me ver chorar por ficar em casa. Eles disseram que eu precisava sair, tomar um ar fresco e eu concordei.




Papo vem e papo vai e logo a minha amiga começa a falar sobre namoros. Começam a comparar os tipos de relacionamento que já tiveram e logo pedem a minha opinião. 

"Você tinha amizade colorida e ela virou namoro", mesmo odiando essa parte do meu passado eu comentei sobre o assunto e aguentei as piadinhas sem noção.

Depois de um tempo disseram para uma amiga que terminou o namoro a seis meses se ela sentia falta do sexo e logo ela jogou a "batata quente" para mim alegando que esse mês vai fazer dez meses que eu estou solteirissima.

Quando desconversei perguntaram se o sexo era ruim ou se eu sentia tanta falta dele que nem queria falar nada. Quando disse que talvez a gente não fizesse sexo começaram a rir que nem loucos.

E logo um amigo perguntou: Você tem 20 anos, quase 21! Impossível ser virgem com essa idade! Nem crente é virgem com essa idade.

Então quer dizer que a minha idade diz se eu sou virgem ou não? É impossível uma garota da minha idade que tenha escolhido o celibato só se casar bem mais velha?

Parece que hoje em dia tudo é sexo ou tem a ver com isso! Se você ainda não fez, independente da sua idade, você não é um ser humano normal?

Qual a opinião de vocês? A nossa idade define se somos virgens ou não? Enquanto não temos vida sexual ativa não somos considerados "normais"?

Quero saber!


08 outubro 2014

Os sonhos também mudam



Eu sei que os últimos posts têm sido meio monótonos, mas toda vez que eu decido dar uma "guinada" na minha vida eu acabo refletindo o triplo do que de costume.




Que criança nunca sonhou com coisas praticamente impossíveis de acontecer? É normal e quase sempre eles são frustrados justamente porque são infantis, tipo aparecer uma montanha russa no meio da sala de estar ou poder voar com o super homem.

Mas tem alguns sonhos que são possíveis de se realizar com muito esforço e o meu era um desses. Eu queria ser cantora e gravar um cd antes dos 18 anos.

Gostava de cantar e todo mundo dizia que eu era afinada então aquele sonho foi se tornando meu objetivo de vida.

Com 14 anos me converti e quis virar ministra de louvor (é quem canta música gospel) e lutei tanto por aulas de canto e pelo meu cd que quase quatro anos mais tarde cansei.

Então criei o blog, escrever virou rotina para mim, comecei a escrever livros pensando em publicá-los algum dia e não mais apenas por diversão e procurei melhorar muito o meu português (que nunca foi ruim).

No ano passado quando abandonei o colégio decidi me dedicar á escrita para valer e as coisas vieram naturalmente, mais leitores para o blog, uma editora querendo publicar o meu livro, um curso de escrita...

No final do ano fui para uma igreja nova e logo surgiu a oportunidade de louvar, comecei aulas de canto e também a louvar no altar toda semana, era o meu sonho de infância se realizando.

Há um mês atrás eu comecei a cansar de verdade da rotina, cantar exige muito esforço e fazendo isso quatro vezes por semana não me sobrava tempo nem para fazer o cursinho para o ENEM.

Primeiro me afastei e há uma semana atrás anunciei que sairia do grupo de louvor, ninguém entendeu, tiveram outros motivos muito mais relevantes, que me chatearam MUITO, mas eu senti um alívio fora de sério.

Voltei a escrever e comecei o meu cursinho, estou cuidando da minha saúde e estudando para começar em um novo emprego.

Assim eu percebi que a garotinha Tutty morreu junto com os seus sonhos e deu lugar a uma adulta com novos sonhos, novas prioridades e cantar não é mais o meu foco, não é mais tão divertido e cá entre nós, com as contas chegando no meu nome, não dá para desconsiderar faturar algum dinheiro.

Tudo bem mudar seus sonhos conforme você amadurece, tudo bem clocar novas prioridades e começar a pensar em ser independente. 

Sorria! O futuro chegou!