13 outubro 2014

Não se apega não



Hoje eu vou falar sobre o primeiro livro da Bebela (chego na intimidade mesmo) que eu estava louca para ler e demorei muito para conseguir comprar.



Eu adorei, é daqueles que você começa a ler devagarinho e devora no final, ela usa a sua vida como base para os seus conselhos.

Me identifiquei muito com ela, com as situações que ela já passou e percebi que também sou bastante desapegada. Vamos á sipnose?

  • Sipnose:


Desapegar: Remover da sua vida tudo que torne seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase "você deve encontrar a metade da sua laranja". Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.


Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar o namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos.



Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, com as tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado.


Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.


  • Resenha:


A Isabela e o Gustavo pareciam o casal perfeito, uma inspiração para o namoro de outras pessoas. Os amigos dela juravam que eles iriam se casar e viver o "felizes para sempre".

Do nada em um belo dia a Isabela pôs um fim no namoro e então descobrimos que Gustavo era um baita cara ciumento e isso estava a sufocando.

No livro ela fala sobre esse ciúme doentio, conta como se adaptou a vida de solteira, do primo gostosão que finalmente começou a dar bola para ela, do vizinho do melhor amigo, seu ex amigo colorido, com quem achou que fosse ter um relacionamento sério dessa vez e de quando finalmente parou de procurar o seu príncipe encantado e o seu "felizes para sempre".

Com base na sua vida pessoal aconselha os seus leitores sobre o desapego e sobre não confiar nas pessoas e nem no felizes para sempre.

Esqueça a Disney, os contos de fada e os textos de romantismo. No mundo atual as pessoas não são dignas da sua confiança.

Beijos!


2 comentários:

  1. Eu estou louca para ler este livro, vi esses dias na livraria e achei ele muito lindo, além de que ele tem muito a ver comigo haha. Você conhece a autora pessoalmente?

    Beijo, Joyce.
    http://olhardeumanerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)