15 dezembro 2014

Metrô recomenda que você envie um SMS



No segundo dia do ENEM eu saí da prova totalmente tonta e apesar da minha mãe se oferecer noventa vezes pra ir me buscar eu decidi voltar de metrô.



Depois de andar sei lá quanto, o metrô era um pouco longe do lugar da prova e não tinha ônibus que fizesse o trecho ou me trouxesse para perto da minha casa.

Eu cheguei no metrô junto com uma outra mulher e me deparo com três bandidos perto da catraca e eu pedi para Deus me proteger, mas para o azar da outra mulher os três a pegaram.

Começaram a agarra-la e tentar tirar a bolsa do ombro dela, liguei para a minha mãe e contei o que houve e ela me recomendou que eu ligasse para a policia.

Liguei e o policial disse que não conhecia a estação do metrô (ela é uma das mais conhecidas de SP) e depois disse que não faria nada se eu não fosse fazer um B.O. antes.

Achei um abuso e quando o metrô chegou eu vi uma placa que dizia EM CASO DE PROBLEMAS: e fui ler, tinha um número e dizia: Envie um SMS e conte o que houve.

Quando desci na estação seguinte fui perguntar na informação se não tinha nenhum número que eu poderia ligar e fui informada que não.

Como não tinha crédito e, pasmem, eles cobram o SMS eu fiquei sem enviar. Agora eu fico me perguntando, se alguém vai tentar te estuprar, você vai virar pra pessoa e falar:

- Espera um segundinho pra eu enviar um sms pra avisar o metrô que eu vou ser estuprada.

Enquanto ligando você pode fazer sem tirar o celular da bolsa e gritar socorro e a estação que você está, como tudo no Brasil o metrô também está um lixo.

Viva os bandidos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)