08 dezembro 2014

Somos escravos dos estereótipos impostos pela sociedade



Com essa história do hidrogel e da Andressa Urach, pra quem não sabe ela é miss bumbum e ficou entre a vida e a morte porque o hidrogel tomou conta de várias partes do corpo dela.




Depois da polêmica toda, também surgiu o "Ken brasileiro" que decidiu remover o mesmo produto de seu corpo por medo de também ficar entre a vida e a morte.

Com tudo isso eu comecei a me questionar sobre quantas pessoas acabam ficando infelizes com o seu corpo, ou arriscando a própria vida, por conta dos padrões estabelecidos pela sociedade.

Precisamos ter em mente que cada corpo é um corpo, eu conheço gente que come uma montanha de comida e não engorda uma grama e tem gente, como eu, que come um mísero bombom e já engorda.

Tem gente que não vai na academia nem duas vezes por semana e tem um corpo lindo, outros vão a academia quatro vezes por semana e o corpo demora séculos para ficar malhado.

Eu acho que mais importante que ter um corpo que agrade a sociedade, é ter um corpo saudável e que te agrade.

Por eu ser gordinha eu vivo ouvindo gente falando "Você precisa emagrecer" ou "Se você emagrecesse você ficaria bem melhor", mas eu não ligo, meu metabolismo é lento, engordo com qualquer coisinha e amo doces e batata frita!

O que eu procuro fazer é me manter saudável, tentar manter o meu peso e quando dou uma engordada começo a malhar, mas eu sei que o meu estereotipo não é igual daquelas meninas magrinhas, então não tento ser uma delas.

Você concorda com a minha opinião? Qual é o seu tipo de corpo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)