09 março 2016

O que há de estranho em mim



Oi gente, eu nunca fui a maior fã da Gayle Forman, mas como eu amei Eu estive aqui eu resolvi dar uma chance ao O que há de estranho em mim e que livro foi esse?! Eu cheguei no final do livro deprimida e senti o mesmo alívio da Brit!

Leia o post e comente sobre ele, caso contrário, o seu comentário será excluído.

  • Resenha: 
Brit tem 16 anos e toca em uma banda, tem mechas cor de rosa no cabelo e uma madrasta que ela odeia e o sentimento é recíproco. Para piorar o seu pai se transformou em um robô nas mãos da madrasta e do filho, que é o odiado meio irmão de Brit.

Clod, a banda em que Brit toca guitarra e canta, vai fazer um show em um mega evento, mas a sua família vai viajar e eles não deixam Brit ficar em Portland para tocar, enquanto a madrasta (vulgo monstra) e o seu irmão vão de avião, Brit e seu pai vão de carro.

Quando chega em Utah, o pai deixa Brit em um reformatório, Red Rocks. Quando ela entra, já percebe que passará os piores momentos de sua vida ali. A Sra. Clayton, uma clínica geral que "paga" de psicóloga, explica que as internas tem que passar por seis níveis durante o tratamento.

No nível 1 Brit passará por terapias individuais e ficará na solitária, ela se recusa terminantemente a se abrir e uma nível seis entra e fala que Brit finja que está desabafando, após isso Brit é elevada ao nível dois, o que faz com que agora ela possa jantar no refeitório.

Após mais uma sessão de "desabafo" ela é elevada ao nível três, o que faz com que ela já possa dormir com outras três garotas e fazer atividades com as outras internas, tem uma atividade que elas tem que levar sacos de cimento para o outro lado de, uma espécie de, campo de concentração para "construir um muro".

Nessa atividade ela conhece V, uma nível seis que promete ajudar Brit a sobreviver a este terrível pesadelo, mas a esse ponto Brit já não sabe se quer sobreviver a isso.

Gayle Forman
Editora Arqueiro
O que há de estranho em mim  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)