10 abril 2016

"Eu sou escrava do meu marido?



*Essas são as minhas opiniões, não frequento nenhuma igreja e não acredito em religião, apenas em Deus.

Oi gente, hoje eu vou responder a pergunta da D.A. que não entendeu o significado de uma palavra e quer ter entendimento da palavra de Deus.



Leia o post e comente sobre ele, caso contrário, o seu comentário será excluído.


"Eu estava lendo Gênesis 2:24 e pensei que se eu sou uma só carne com o meu marido e saí da costela dele, então eu devo viver para o agradar, mas isso não seria escravidão?".



'Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne.'

Gênesis 2:24


Esse é um entendimento equivocado dessa palavra, D.A., você não deve ser escrava do seu marido porque vocês se tornaram uma só carne e porque Deus explica que criou a mulher através da costela do homem.



Deus fez a mulher assim para que o homem cuidasse do que é seu e entedesse que o casamento é uma união. O homem tem a obrigação de proteger a sua família, mas jamais pode fazer de sua mulher sua escrava (até porque tem as leis Áurea e Maria da Penha).



Com um só corpo Deus quer dizer que quando há o casamento você e seu marido se tornam uma família, um corpo, e um deve cuidar do outro e ambos devem priorizar Deus.


Não, você não precisa ser escrava, mas deve aceitar ser cuidada e amada pelo seu homem. Isso não significa que você não vai fazer mais nada da vida porque o homem tem que fazer tudo. Casamento é uma divisão de tarefas em todos os sentidos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)