22 abril 2016

Por um tempo



Hoje eu guardei a nossa aliança naquele porta jóias que eu pego de anos em anos, para você ter uma ideia eu achei as minhas bijuterias que comprei em Salvador em 2009 e nunca usei.


Leia o post e comente sobre ele, caso contrário, o seu comentário será excluído.

Queria ter uma gaveta na memória para guardar os nossos anos juntos e finalmente conseguir seguir em frente.

Reconheço que eu errei e tudo o que aconteceu é responsabilidade minha e você cansou de me esperar amadurecer.

Mas agora eu preciso ficar sozinha, sofrer mais um bocado e finalmente sair do ninho com a cara, com a coragem e com a fé.

Depois eu te procuro, quem sabe a gente acaba ficando juntos e até ajuntando. Até lá eu estarei formada e a sua carreira estará sólida.

Enquanto isso eu vou tentar te tirar de dentro de mim, te afastar do meu frágil coração, apagar o seu número e deixar de te seguir nas redes sociais.

Não será fácil, mas é um mal necessário para que eu possa finalmente virar mulher, dessas bem independentes e garridas.

Adeus por um tempo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)