20 abril 2016

Tempo verbal do livro




* Esse post faz parte da série Um ano em um livro, para saber mais sobre a proposta clique aqui

Oi gente, hoje eu vou falar sobre os dois tempos verbais mais usados na literatura e falar da minha experiência com ambos.


Leia o post e comente sobre ele, caso contrário, o seu comentário será excluído.


O tempo que eu usei na minha trilogia foi o passado, mas eu relatava o atual momento com esse tempo verbal, entenderam?

Exemplo: Ele me perguntou o que eu queria fazer da minha vida, mas eu não sei. O que eu deveria dizer? Eu nunca fiquei tão indecisa em relação ao meu futuro.

No livro que sucedeu a trilogia eu usei o presente e, para mim, foi um pouco mais complicado, eu fico um pouco tensa quando leio livros no presente, mas também é uma opção.

Exemplo: Eu fico boba quando te vejo, meu coração dá um pulo dentro do meu peito. Ele se aproxima de mim e minhas mãos começam a suar. Eu penso: "Ai meu Deus" e ele me cumprimenta com um sonoro "Oi, você está bem?"

Um comentário:

  1. Sem dívodas, escrever usando o presente é bem mais complicado, mas dá aquela ideia de que o personagem tá meio que ao vivo, vivendo naquele momento.
    No tempo passado é uma história contada, já vivida pelo personagem.
    Gosto das duas formas!
    Um beijo!

    www.impulsofeminino.com

    ResponderExcluir

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)