02 maio 2016

Sai do meu pé, saco!


Eu sei lá desde quando, mas o fato é que eu odeio gente que gruda em mim. Talvez seja porque eu só tive o meu primeiro amigo com 13 anos ou porque eu sou filha única.


Leia o post e comente sobre ele, caso contrário, o seu comentário será excluído.

O fato é que eu sou traumatizada com gente que faz cosplay de carrapato pro meu lado! O problema é que parece que o mundo é possuído por essas pessoas "super bonder".

O que eu acho mais inusitado é que em poucos dias as pessoas querem montar em mim como se eu fosse um touro mecânico, ou pior, depois de séculos sem dar um sinal de vida elas reaparecem já grudando.

Qual é o maldito problema do ser humano? Precisa dormir, ir no banheiro, estudar, tomar banho, fazer tudo junto e grudado.

Esses dias eu estava correndo para terminar um trabalho quando uma pessoa me chama e já escreve assim "Te enviei um email com o meu trabalho, imprima para mim e me entregue amanhã" e eu fiquei tipo "Queridinha, nem meu chefe me trata assim, eu quero que você pegue esse trabalho, enrole bem e enfie onde o sol não bate".

Alguns dias mais tarde uma pessoa que eu tinha conseguido me livrar a séculos me achou no snapchat e, na cabeça da coitada, todo snap que eu envio é especialmente para ela e ela fica me enviando snap o dia todo e mesmo que eu nem me dê o trabalho de visualizar é chato demais!

Cara, que desnecessário esse tipo de coisa, não é mesmo? Vocês concordam comigo ou eu sou muito mimadinha e tenho a síndrome da filha única?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)