28 outubro 2016

Em um futuro distante...



Vai chegar uma hora que eu vou me desacostumar de pegar o celular todo dia, ao acordar, discar o seu número e, quando assimilar que encontrou um novo amor, eu o desligo.

Leia o post e comente sobre ele, caso contrário, o seu comentário será excluído.

Chegado esse tempo eu vou parar de chorar todos os dias antes de dormir e ao acordar também, meu coração já sobreviveu a coisa pior, sabia?

Sua namorada vai desencanar e vai perceber que eu quero que vocês sejam felizes e que eu só precisava de um tempo para que as feridas, hoje expostas, se tornassem cicatrizes.

Quando eu amadurecer o bastante eu vou encontrar alguém como você que vai me fazer feliz, só que daí eu vou realmente chegar ao altar e não só planejar o casamento.

Te desejo uma vida longa com ela e, daqui uns bons anos, eu vou te convidar para o meu casamento e espero que faça o mesmo porque nós já fomos amigos, lembra?

Enquanto essa hora não chega apenas me deixe ficar embaixo do meu edredon chorando até molhar o travesseiro ouvindo Adele e vendo as letras dela se encaixarem perfeitamente na minha vida.

Também tomando uma taça de vinho porque, dizem por aí que, o álcool faz qualquer coração estraçalhado cicatrizar na metade do tempo previsto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)