27 dezembro 2016

Livros que eu quero muito ler em 2017


Oi gente, todo ano eu faço uma lista enorme de livros que eu quero ler e dessa vez eu resolvi compartilhar a minha lista de quatorze livros com vocês!

Leia o post e comente sobre ele, caso contrário, o seu comentário será excluído


1) Não se enrola não | Isabela Freitas | Editora Intrínseca: A vida de Isabela dá uma completa reviravolta depois do sucesso de seu blog, Garota em Preto e Branco. Decidida a perseguir seus sonhos, ela abandona o curso de direito, deixa a casa dos pais, em Juiz de Fora (MG), e se muda para São Paulo tão logo conquista um emprego numa badalada revista on-line. Enquanto se adapta aos novos tempos numa quitinete no Baixo Augusta, Isabela escreve seu primeiro livro. Seria perfeito se no apartamento em frente não morasse o envolvente Pedro Miller e os dois não se embolassem regularmente sob o mesmo lençol. Não, não é namoro. Não, não é apenas amizade. É algo muito mais enrolado, um relacionamento sem um nome definido. Um “isso”, como diz a personagem. Embora não tenha coragem de confessar seus sentimentos, Isabela sabe que está perdidamente apaixonada pelo seu melhor amigo. Após Não se apega, não e a sequência, Não se iluda, não, Isabela Freitas mostra neste Não se enrola, não os primeiros passos de seus personagens na vida adulta, com toda a independência e as responsabilidades que ela proporciona. 

  

2) A menina que colecionava borboletas | Bruna Vieira | Editora Gutemberg: Bruna Vieira está cada vez mais longe dos quinze, e sabe que crescer nunca é tão simples. Considerada uma das blogueiras mais influentes do mundo, mais uma vez ela dá vazão ao seu talento como escritora com este seu novo livro de crônicas e pensamentos, em que mostra o quanto amadurecer e conquistar a independência é maravilhoso, mas tem seus desafios e poréns. A garota do interior que usa batom vermelho e que realizou seus maiores sonhos continua inspirando adolescentes de todo o país. Para ela, as páginas deste livro significam o bater de asas das borboletas que colecionou dentro do peito por algum tempo e que agora, finalmente, pode deixar que voem livres por aí. 

 

3) Talvez um dia | Colleen Hoover | Galera Record: Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora. 

 

4) O livro de tudo | Priscilla Alcantara | Editora Ágape: Em 'O Livro de Tudo', Priscilla mostra que seu talento vai além da carreira musical e do tão famoso 'Playstation!'. Com uma escrita muito própria, a cantora, apresentadora, e agora youtuber, mantém um diálogo descontraído com o leitor e mostra que a vida com Jesus não é nem um pouco monótona, muito menos chata! E Ele entende todas as gírias deste livro!'Não, isto não é uma biografia. Quem sabe daqui uns 50 anos eu faça uma, mas ainda não é o caso. Não mesmo. Que tal uma conversa? Em meio a tanta gente falando sobre si, acho que vale a pena uma conversa sobre tudo. Sonhos, propósito de vida, rótulos que a sociedade impõe, a 'falsiane' da Mídia... Por que não contar a nossa visão sobre assuntos que são relevantes, mas que em um mundo de 'eu, eu, eu' ninguém mais presta atenção? Aliás, não tenho muito espaço pra te contar o que eu acho por aqui. Melhor você ler logo. Com amor, Priscilla Alcantara. 

 

5) Meu universo | Frederico Elboni | Editora Benvirá:  Se você já conhece o Fred, sabe que seus olhos vão brilhar ao correr por estas páginas, ao mesmo tempo em que um lindo sorriso - ou dois - se abrirá em seu rosto. Sabe que cada palavra terá um quê de diversão e sinceridade, e vai embalar você em uma conversa tão gostosa que a vontade de passar horas folheando este livro será imensa. Provavelmente você também sabe que ele ama compartilhar momentos e acredita verdadeiramente que a vida só faz sentido quando se tem alguns sonhos, lembranças, risos, cobertores e abraços. E, claro, alguém especial com quem dividir tudo isso. Aqui, ele abre seu universo particular e te convida para fazer o mesmo. Mas, caso você ainda não conheça o Fred, esta é a sua chance de se deliciar com esta coletânea de frases que traz o melhor dele. Você com certeza vai adorar. 


6) Só a gente sabe o que sente | Frederico Elboni | Editora Benvirá: Em seu terceiro livro, Frederico Elboni propõe ao leitor explorar seus sentimentos mais profundos, falando sobre temas que muitas pessoas não entenderiam. Saudade de pessoas que já se foram, amores perdidos, dilemas da vida adulta, todos esses temas viram crônicas nas mãos do jovem autor de 'Um sorriso ou dois' e 'Meu universo particular'. 

 

7) Boa noite | Pam Gonçalves | Galera Record: Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação — em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números —, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não contava que os desafios estariam muito além da sua vida social. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa. 


8) A garota do calendário - Julho | Audrey Carlan | Verus Editora: Em julho, Mia estará em Miami para ser a estrela principal do novo videoclipe do cantor de hip-hop Anton Santiago. Anton é lindo, confiante e está louco por Mia, mas, para ficar com ele, ela terá de resolver algumas questões do passado... 


9) A garota do calendário - Agosto | Audrey Carlan | Verus Editora: Agosto virá com uma tarefa diferente para Mia: ir a Dallas fingir ser irmã do jovem magnata e caubói Max. Mia sabe que sua contratação tem a ver com os negócios de Max, mas nunca poderia imaginar o que está prestes a acontecer.


10) A garota do calendário - Setembro | Audrey Carlan | Verus Editora: Em setembro, Mia será obrigada a dar o cano no cliente do mês, pois um problema urgente de família exige sua atenção. Ela vai voltar para Las Vegas e ficar cara a cara com o passado, num reencontro que pode reabrir feridas antigas.


11) A garota do calendário - Outubro | Audrey Carlan | Verus Editora: Outubro virá com um sopro de novidade para Mia. Agora que as coisas estão quase todas resolvidas em sua vida, ela pode se estabelecer com o homem que ama e dar uma nova direção para sua carreira.


12) A garota do calendário - Novembro | Audrey Carlan | Verus Editora: Em novembro, Mia viajará novamente para Nova York por motivos profissionais, mas dessa vez o trabalho é diferente. Ela precisará entrar em contato com celebridades — sorte dela que alguns dos amigos que fez em sua jornada estão prontos para ajudá-la! 


13) A garota do calendário - Dezembro | Audrey Carlan | Verus Editora: Em dezembro, Mia irá a Aspen, a estação de esqui mais celebrada pelos americanos endinheirados. Um homem misterioso pagou uma bolada para que ela fosse até lá. E o que Mia vai encontrar nas montanhas geladas vai mudar sua vida para sempre. 

 

14) O Ano Em Que Disse Sim - Como Dançar, Ficar ao Sol e Ser Sua Própria Pessoa | Shonda Rhimes | Best Seller: Você nunca diz sim para nada. Foram essas seis palavras, ditas pela irmã de Shonda durante uma ceia de Ação de Graças, que levaram a autora a repensar a maneira como estava levando sua vida. Apesar da timidez e introversão, Shonda decidiu encarar o desafio de passar um ano dizendo “sim” para as oportunidades que surgiam. Os “sins” iam desde cuidar melhor de sua saúde até aceitar convites para participar de talk shows e discursos em público. Além disso, Shonda deu um difícil passo: dizer sim ao amor próprio e ao seu empoderamento. Em O Ano em que disse sim, Shonda Rhimes relata, com muito bom humor, os detalhes sobre sua vida pessoal, profissional e como mergulhar de cabeça no “Ano do Sim” transformou ambas e oferece ao leitor a motivação necessária para fazer o mesmo em sua vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)