18 março 2017

Como se fosse magia



Olá pessoinhas! Tudo bem com vocês? Hoje temos a resenha desse livro que a Editora Gutenberg me enviou faz um tempinho, mas eu só consegui ler nas férias (que é quando eu estou programando essa postagem).



 

Me impressionei com a escrita da Bianca, nunca imaginei que uma história nacional fosse me envolver tanto assim. 

  • Resenha:

Eva Montenegro é uma escritora renomada e ama o que faz, autora de dez livros, ela foi para a cidade grande tentar dar certo e estava trabalhando numa lanchonete quando conheceu Thiago, hoje seu melhor amigo e agenciador.

Os dois fazem uma ótima parceria e, por isso, Thiago arranca Bianca de casa numa noite de sexta feira, pois toda vez que ela tem o coração partido ela escreve livros sensacionais e ela precisa escrever o último volume da sua série de fantasia em quinze dias.

Ela já está tentando vencer o seu bloqueio criativo a um ano, mas nada a faz embarcar novamente naquele universo paralelo criado por ela. Quando acorda com uma dor de cabeça fenomenal e um estranho ao seu lado Eva fica brava consigo mesma e decide procrastinar pelo resto do fim de semana.

Segunda feira ela tem uma reunião com a editora e com o Thiago e quando está indo embora do almoço um menininho segura a barra da sua saia e lhe pergunta "Você tem uma história para contar?". Eva fica impressionada, afinal essa é uma das primeiras cenas do primeiro livro da série que precisa finalizar.

Ela decide voltar para a casa de metrô e quando desembarca na estação para fazer baldeação ela vê uma menina com cabelo multicolorido que começa conversar com ela. O que torna Eva uma escritora tão especial é que ela vê e conversa com os seus personagens.

Quando sai do metrô e começa a caminhar rumo á sua casa, começa cair uma tremenda chuva e ela se esconde debaixo de um toldo. Em um beco, ali do lado, um rapaz está se escondendo da chuva também quando é assaltado, o bandido leva os seus pertences e bate nele até que o moço desmaia.

Eva decide chamar a ambulância, mas a bateria do seu celular termina. Então a menina dos cabelos multicoloridos ressurge e ordena que ela vá ajudar o moço de qualquer maneira, mas quando a escritora se aproxima do homem ela é que tem uma grande surpresa.

Bianca Briones
Editora Gutenberg
Como se fosse magia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)