12 agosto 2017

Harry Potter e a Câmara Secreta


Oi gente, tudo bem com vocês? Comigo está tudo ótimo e e não poderia estar mais empolgada porque hoje tem resenha do segundo livro da série de Harry Potter.


  • Resenha:
Harry Potter descobrira no último ano que é bruxo, também conheceu toda a verdade por trás da morte de seus pais, Lilian e Thiago,e por nove meses frequentou a escola de magia e bruxaria de Hogwarts.

Hoje é o seu décimo segundo aniversário e ele está preso na casa dos seus tios, Válter e Petúnia Dursley, junto com seu primo Duda que se esforça todos os dias para tornar a sua vida um verdadeiro inferno.

Os Dursley odeiam magia, logo todo o material de Harry está trancado no armário em baixo da escada e a sua coruja, Edwiges, não pode sair da gaiola, logo ele não recebe ou manda cartas para os melhores amigos, Rony Weasley e Hermione Granger, durante todo o verão!

É claro que eles se esqueceram dessa data tão especial, ainda mais porque o seu tio está prestes a fechar um grande negócio e, por esse motivo, Harry terá que passar toda a noite trancado no quarto não fazendo qualquer barulho.

No momento em que os possíveis futuros clientes do seu tio estão prestes a chegar o garoto sobe para o seu quarto, mas, ao abrir a porta, ele se depara com uma figura estranha na sua cama.

É Dobby, um elfo doméstico, que fugiu de casa para dar um recado importante a Harry: NÃO VOLTE AO MUNDO MÁGICO. O garoto, muito contrariado, decide descobrir de onde Dobby veio e quando o elfo conta a verdade ele começa dar com a cabeça na luminária, nas paredes e na porta do armário.

Ele é empregado de uma família e, toda vez que desobedece uma ordem, ele deve se castigar, por isso está fazendo essas coisas, só que ele grita muito alto toda vez que faz isso e não demora para o seu tio Válter surgir na porta do seu quarto reclamando que ele não está cumprindo com o combinado.

Nessa hora o garoto também descobre que seus amigos lhe enviaram cartas o verão todo, mas Dobby as guardou consigo, acreditou que se Harry Potter achasse que não tinha amigos,ele não voltaria à Hogwarts.

Harry diz que voltará a Hogwarts de qualquer maneira e, para se vingar da rebeldia de Harry, Dobby desce até a cozinha e usa magia para jogar o pudim da tia Petúnia no chão e, logo em seguida, foge do local deixando Harry em apuros.

Tio Válter, furioso porque perdeu os clientes depois desse episódio, diz que Harry nunca mais voltará à Hogwarts, para piorar, o garoto recebeu uma advertência pelo uso de magia fora da escola já que o rastreador que o acompanhará até os 17 anos não distingue se a magia veio dele ou não.

Harry está tentando bolar um plano para fugir de casa quando ouve uma pancada na janela do seu quarto e ao olhar através dela não acredita no que vê: Rony e seus irmãos, Fred e Jorge, estão num Ford Anglia voador e vieram só para resgatá-lo.

Logo Harry faz as malas, Fred e Jorge arrombam o quartinho embaixo da escada e pegam o seu material, primeiro suas malas vão para o carro, em seguida seu material e quando ele vai entrar Edwiges solta um pio. Harry a coloca no carro e, quando também vai entrar, seu tio Válter escancara a porta do seu quarto e tenta segurá-lo, sem sucesso. 

Quando o dia começa amanhecer Harry avista A Toca, a casa dos Weasley, e assim que o carro é estacionado no solo, Molly, a mãe da família, sai de casa furiosa e, como punição pelos meninos terem roubado o carro e fugido, ela os obriga a desgnomizar o jardim.

Na hora do jantar Harry conhece Arthur Weasley, o pai, que trabalha no ministério da magia e é fascinado por artefatos dos trouxas e não demora muito para bombardear o garoto com perguntas sobre eles.

Potter também conhece Gina, a irmã caçula de Rony que vai para Hogwarts esse ano. Ela fala pouco e sente vergonha de fazer qualquer coisa quando está na sua frente.

As férias de verão começam correr e logo todos recebem suas cartas de Hogwarts com as listas de materiais. A maioria dos livros é Gilderoy Lockhart, um bruxo bastante famoso e experiente, e isso vai custar uma grana que os Weasley não tem.

Todos tem que ir ao Beco diagonal para fazerem suas compras, mas eles vão de pó de flu que é bem mais rápido que os outros meios de transporte. Esse método consiste em jogar o pó de flu no fogo, entrar na fogueira e dizer claramente o nome do local para onde se quer viajar.

Parece simples, não é mesmo? Mas não é porque Harry engasga com as cinzas e aos invés de ir parar no Beco, ele vai parar numa estranha loja de antiguidades.

Quando está prestes a sair a porta se abre, Lúcio e Draco Malfoy entram no local e Harry se esconde num armário velho.  Eles querem vender algumas coisas porque o ministério da magia está pegando pesado na fiscalização.

Após uma conversa breve entre eles, os Malfoy vão embora e Harry vai logo atrás, ele está num lugar desconhecido e totalmente sombrio! Antes que possa se render ao desespero, Hagrid, o guarda caça das terras de Hogwarts, surge e o resgata.

Ao chegar no Beco diagonal reencontra os Weasley e Hermione que está com seus pais trouxas (nomenclatura para quem NÃO É bruxo). Os três fazem as compras e, por último, vão na Floreios e Borrões, livraria dos bruxos, e descobrem que ninguém mais, ninguém menos, que Gilderoy Lockhart está fazendo uma sessão de autógrafos.

Assim que o autor vê Harry, ele logo dá a ele e seus amigos sua obra completa e anuncia que é o novo professor de Magia contra a arte das trevas em Hogwarts.

Tudo está incrível até os Malfoy entrarem na livraria e logo irem provocar Harry, Hermione e os Weasley. Lúcio pega um livro de Gina e coloca um pequeno livro preto entre as suas páginas.

Após uma briga desgastante todos retornam para A Toca e ali, naquele lugar maravilhoso, as férias de verão passam rapidamente e quando Harry se dá conta eles já estão em King Cross prontos para pegar o Expresso de Hogwarts.

Os Weasley entram na plataforma 9 3/4 normalmente, mas quando Harry e Rony correm em direção á coluna de tijolos eles simplesmente batem na parede e não atravessam nenhuma barreira.

Logo em seguida o Expresso parte para a escola e, desesperado, Rony convence Harry e os meninos entram no Ford Anglia e decidem ir para Hogwarts de carro.

No início tudo estava bem, na metade da viagem o carro começa a falhar e, quando adentram nos terrenos do colégio, o carro morre e eles caem em cima de um salgueiro lutador, que tenta massacrar a lataria do velho carro e quebra a varinha de Rony!

Depois de uma chegada tão chamativa ambos vão para a sala de Minerva McGonagall, diretora de Grifinória que decide apenas dá-los uma detenção pelo mau comportamento.

Rony deverá polir os troféus sem o uso de magia, Harry ajudará Gilderoy Lockhart e durante a sua detenção o garoto ouve uma voz estranha dizer para ele vir para ela e falar claramente MATAR.

Gilderoy não escuta nada, mas isso o faz perceber que já passa da meia noite. Ele dispensa o pequeno bruxo que, quando está indo para o dormitório, encontra Madame Norra, gata do zelador Argo Filtch, petrificada no corredor!

A voz tem alguma coisa a ver com a petrificação da gata? Mais pessoas serão petrificadas? Quem está causando essa tragédia

JK Rowling
Editora Rocco
Harry Potter e a Câmara Secreta  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)