26 outubro 2017

Transgênico pode matar o seu PET



Oi gente, tudo bem? Hoje eu vim falar de uma coisa muito importante com vocês, donos de animais de estimação. 

Eu não sabia disso até o início do ano e fiquei muito mal quando vi que poderia estar colocando a vida do Thunder (vulgo bibilhote) em risco.

Você provavelmente nunca reparou neste símbolo, mas a partir de hoje estará sempre atenta. A maioria dos produtos alimentícios para pets possuem esse símbolo na embalagem.

Esse triângulo amarelo com a letra T significa que aquele alimento contém transgênicos, mas antes de tudo, o que são transgênicos? Esse termo é utilizado para designar organismos que foram submetidos a técnicas de engenharia genética para inserção de uma parte do genoma de outra espécie em seu genoma. Ou seja, alimentos transgênicos são geneticamente modificados com o objetivo de melhorar a qualidade e aumentar a produção e a resistência às pragas, visando o lucro.

E qual é o problema do transgênico? Ele é altamente cancerígeno e pode acarretar em diversos problemas na saúde do seu neném de quatro patas, tais como degradação microbiana e vários problemas no sistema digestivo dele.

Atualmente temos duas marcas de rações no Brasil que são comprovadamente livres de transgênicos:

A N&D é totalmente livre de transgênicos e eu acabei não optando por ela por causa do preço e do peso do saco maior. Meu cachorro consome cerca de 15kgs de ração por mês e o maior saco da ração supracitada tem 10kgs, o preço dela é em média R$200,00 e, para dar certo, eu teria que comprar dois sacos por mês, coisa que atualmente eu não tenho grana para bancar.


Depois de muito pesquisar eu acabei optando pela Natural da Guabi, para o Thunder eu dou a versão sênior, já que ele tem 11 aninhos de vida. O pacote maior tem 15kg e dura um mês e meio comigo.

Isso se dá porque, como a ração é bem natural, a quantidade recomendada para cachorrinhos do tamanho do Thunder é menor do que a das outras rações.

  • Principais diferenças:


a) O preço varia entre R$150,00 e R$160,00.

b) Ele come em média 180g por refeição (três refeições ao dia) e fica muito satisfeito. Antigamente ele comia 250g e ainda ficava pedindo comida.

c) O cocô dele diminuiu muito de tamanho e a cor ficou mais escura. Quanto menor o cocô, mais o organismo aproveita os componentes da ração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE A URL DO SEU BLOG. Ás vezes eu demoro para responder por conta da faculdade. Seja respeitoso, caso contrário, o seu comentário será excluído! Obrigada pela visita :)